Crítica | Os Incríveis 2

Se passaram longos 14 anos até o retorno da família de super-heróis mais amada. Não muito inovador, o roteiro de “Os Incríveis 2″ é uma mistura de tudo que já foi visto no primeiro, desta vez agora invertendo papéis,  mas possui ritmo e  boas doses de humor”. A continuação se passa após alguns anos da primeira aventura. Com a iniciativa de super-heróis proibida, Senhor Incrível, sua família e amigos tentam levar uma vida normal,  até sua cidade ser atacada.  Sem muito tempo para pensar, os heróis não conseguem impedir grandes destruições, mas chamam a atenção de um empresário que desejar tornar legal novamente a ação dos heróis  – mas a condição é que a Mulher Elástica assuma o comando neste primeiro momento.

Inovar no roteiro percebe-se desde o início que não foi a intenção, mas merece uma atenção por mostrar em sua continuação o lado da Helena.  Além de ter um apelo de protagonismo mais alto para a Helena,  desta vez  Roberto tem que se virar para auxiliar  filhos  e cuidar da casa  –  tendo ainda que lidar com os conflitos da adolescência de Violetta. A chance de Roberto voltar a ativa aparece após a sinalização de que Helena está em  perigo e a solução para salvar a amada é  levar toda a família ao resgate.     Apesar dessas ligações um tanto quanto óbvias,   o grande destaque  da produção é Zezé Pêra,  o caçula da família com super poderes – que além ter seus momentos fofura, é a dose de humor para a produção.

Vilania fraca –  Sem dar spoiler,  o contraponto “do mal” até tem presença,  mas um tanto quanto sem graça.  É possível até argumentar que o vilão foi construído devido à “injustiças e perdas” – motivo que tanto no cinema como na vida real, qualquer psicólogo poderia justificar como sendo a chave para desencadear  o surgimento de um lado negro.  Também podemos dizer que a produção tem foco no público infantil, e que por isso, é possível justificar que com tudo, o que vale no filme é proporcionar a diversão  – algo que realmente acontece, e que o vilão é apenas detalhe.    De qualquer forma, a conclusão dessa segunda produção não sai muito diferente do que foi apresentado na primeira história.     Em conjunto, “Os Incríveis 2″ funciona para divertir e encantar, já que as imagens são maravilhosas  em efeitos visuais, mas não espere sair de lá a sensação de ver algo totalmente novo.  Confira ” Os Incríveis 2″ a partir da próxima quinta, 28 de junho,  nos cinemas.

 

Post Author: Vanessa Luckaschek

Formada em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, faz aniversário em Setembro e sempre está lendo alguma coisa. É fã de cinema, games, tecnologia e esportes. Gosta de escrever e sempre está em busca de pautas legais para uma próxima matéria. É editora no Caderno Nerd e responsável pela criação do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *