Vivo Keyd, equipe feminina de Counter-Striker: Global Offensive representa o Brasil em dois torneios mundiais a partir da próxima semana

Colecionando vitórias consecutivas, a equipe feminina brasileira de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), Vivo Keyd, embarca em breve para representar o país em campeonatos internacionais.  A equipe que é formada por  Pamella “pan” Shibuya, Juliana “showliana” Maransaldi, Camila “cAmyy” Natale, Bruna “bizinha” Marvila e Gabriela “GaBi” Maldonado,  já está cotada como as melhores jogadoras profissionais sul-americanas e  embarcam para o primeiro destino, a Polônia, sem nenhuma derrota.

A primeira parada da viagem é na Intel Challenge Katowice 2018, competição paralela à Intel Extreme Masters Expo, já nos dias 23 e 24 de fevereiro, na Polônia. A Vivo Keyd é a única equipe brasileira a conquistar  vaga no torneio, com uma vitória sobre a Team One Red por 2 x 0, no último dia 31 de janeiro. O primeiro dia será reservado para a Fase de Grupos. Já no sábado, 24, serão disputados os playoffs.   “Ficamos felizes com o nosso desempenho nas qualificatórias das últimas semanas. Não tem preço a sensação de dever cumprido. Só dá mais vontade de evoluir como equipe e melhorar cada vez mais. Vamos com tudo para esses dois campeonatos”, resume Pamella “pan” Shibuya.

O segundo destino da equipe brasileira é Haikou, capital da província chinesa de Hainan, no extremo Sul do país, onde ocorrerá entre 12 e 18 de março  as finais mundiais do World Electronic Sports Games (WESG 2017), um dos maiores torneios de CS:GO do ano.  A vaga no classificatório sul-americano feminino foi conquistada pelas guerreiras no início de fevereiro, quando arrasaram as oponentes do time argentino Malvinas Primadonna por 2 x 0 (com placares de 16 x 3 na Cobblestone, e 16 x 9 na Mirage). Além da oportunidade de representar o Brasil na fase principal do WESG 2017, as pró-players já garantiram US$ 5 mil pelo 1º lugar nas classificatórias sul-americanas. Caso vençam o torneio, vão arrematar 100 mil dólares destinados à equipe campeã feminina do WESG 2017. Oito equipes, ao todo, vão disputar a bolada.  Caso conquistem os campeonatos, as pró-players brasileiras, que atuam juntas há quase um ano e nunca perderam uma disputa, irão se consolidar no seleto time das maiores jogadoras de CS:GO do mundo.

 

Post Author: Vanessa Luckaschek

Formada em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, faz aniversário em Setembro e sempre está lendo alguma coisa. É fã de cinema, games, tecnologia e esportes. Gosta de escrever e sempre está em busca de pautas legais para uma próxima matéria. É editora no Caderno Nerd e responsável pela criação do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *